MontagemRefração

O que é Luz Azul?

By março 19, 2019 agosto 6th, 2019 No Comments

A Luz Azul tem aparecido com frequência como uma luz que prejudica o olho, deturpa o nosso sono podendo acarretar em doenças mais graves. Mas o que realmente é essa luz e como ela faz mal ao nosso corpo? Responderemos com o artigo a seguir:

A luz está presente em tudo do nosso dia a dia, seja pelo sol, computador, smartphone ou ao ligar uma lâmpada. Sabe-se que ela é uma onda eletromagnética composta por diferentes cores e que nem sempre é visível. Ela pode ajudar a regular o sono, aliviar a depressão e, dependendo da luz, até melhorar a saúde ocular. Mas sabemos que nem toda a luz é boa, dentre as que devemos ter cuidados está a UV ( ultravioleta) que pode danificar potencialmente o tecido biológico, como nossa pele e nossos olhos. Hoje utiliza-se óculos escuros e/ ou com proteção UV para prevenir danos causados por esta luz.

O que é a Luz Azul ( Blue Light)?

Não pretendemos entrar em detalhes, mas uma base cientifica é necessária para entender o que é a famosa luz azul.

A Luz é composta por diferentes cores que misturadas criam o branco, para mais informações deste fenômeno podem pesquisar sobre o Disco de Newton. Entre estas cores está o Azul, presente em ambientes internos e externos, isto é, tanto no sol quanto na luz do escritório. Ele é o um intervalo do espectro de luz visível, com comprimento de onda situado entre 400 e 450 nm.

Em pequenas quantidades, a faixa azul do espectro luminoso pode trazer efeitos benéficos sobre sua saúde geral, ajudando a regular seu ciclo de sono/vigília. Mas exposição demais a esta luz pode causar efeitos contrários.

A alta exposição nos dias de hoje se dá em decorrência da utilização das lâmpadas de LED. Muitos LEDs brancos são produzidos unindo um LED azul com um fósforo de energia mais baixa, criando assim a luz de estado sólido (LES). Essa tecnologia tem sido considerada a “iluminação do futuro”, pois utiliza pouquíssimos recursos energéticos em comparação às outras tecnologias de lâmpadas e não possui mercúrio. Mas em contra partida nos expõem a um nível prejudicial deste espectro de luz azul-violeta.

O que a luz azul afeta?

Estar exposto em excesso a faixas ultravioleta e azul violeta pode danificar o olho humano. Além de causar inflamação dolorosa da conjuntiva e da córnea, ela pode criar lesões no cristalino do olho (p. ex.: catarata) e, sobretudo, na retina (degeneração macular), pois esta luz não é filtrada ao passar pelo olho.

Portanto, é muito importante usar óculos de sol com 100% de proteção UV sob o sol forte, especialmente em situações onde há muito ofuscamento, como na água ou em montanhas de neve.

E o que fazer?

1. Uso de lentes especiais

Hoje existe uma nova tecnologia em lentes chamada de Blue light, que filtram parte da onda de luz azul.

Existem equipamentos que conseguem medir a luz azul  das lentes, como Lensômetro Digital AM-298 da Martinato. Saiba mais sobre este equipamento, clicando aqui.

2. Ajuste os aparelhos no modo noturno

Enxergar luzes em tons quentes é mais confortável para a visão e minimiza os danos pela exposição exagerada à luz azul. A Apple inclui na atualização do sistema operacional 9.7 do iOS o recurso Night Shift. É possível programar um horário para que a tela passe a emitir menos luz azul.  Versões mais atuais do sistema Android contam com um filtro de luz azul. Caso não tenha estes sistemas disponíveis, pode utilizar aplicativos como o Twilight (gratuito). E para quem fica até tarde em frente ao computador, vale usar o aplicativo f.lux (em inglês, gratuito e disponível para sistemas operacionais Windows, Mac e Linux).

3. Relaxe a visão

Utilize a regra 20/20. A cada 20 ou 30 minutos de olhos vidrados na tela, descanse 20 segundos mirando um ponto distante no horizonte, sem forçar a visão.

 

Leave a Reply