Cegueira Irreversível

Você sabe qual é o problema que mais causa cegueira irreversível no mundo?

Segundo a Sociedade Brasileira de Glaucoma, estima-se que somente no Brasil, 1 milhão de pessoas tenham esta doença.

E você sabe o que é glaucoma? Quais seus sintomas, causas, diagnóstico e tratamento?

O que é Glaucoma
Caracteriza-se por uma alteração anatômica na região da câmara anterior que impede a transmissão dos estímulos para o cérebro, causando lesões permanentes no nervo óptico devido a pressão intraocular.

Tipos e características

– Glaucoma de ângulo aberto (simples ou primário)
É o mais comum, crônico e não tem cura, porém se tratado pode prevenir os sintomas e evita a perda da visão. Esse tipo de Glaucoma tende ser hereditário e se desenvolve progressivamente fazendo que haja impedimento que o líquido escoe do interior para fora do olho, causando lentamente a pressão ocular e gradual da perda da visão, normalmente é assintomático.

– Glaucoma de ângulo fechado (agudo)
Ocorre quando tem um aumento de pressão repentino causando um bloqueio repentino na saída de humor aquoso, sendo dolorido e perigoso. Na maioria das vezes é necessário fazer um procedimento cirúrgico urgente para liberar o canal e normalizar a pressão intraocular.

– Glaucoma secundário
Ocorre devido a enfermidades como diabetes, uveítes e catarata, ou ainda, por traumas e uso de algum medicamento à base de corticoide. Esses fatores podem interferir no escoamento do humor vítreo, causando assim a pressão ocular.

– Glaucoma congênito
É considerado o tipo mais raro, que acontece quando a criança herda da mãe durante a gestação e nasce com a doença. Pode ser facilmente identificada com o teste do olhinho ou por pequenas alterações. Quando descoberto, deve ser tratado imediatamente e se for necessário, realizar cirurgia.

Causas e Fatores de Risco
Não se sabe ao certo o que pode provocar o glaucoma, o mais comum é o mau funcionamento ou bloqueio do canal de drenagem do humor aquoso, líquido produzido continuamente, que provoca o aumento do volume da parte interna e pressão do olho, ocasionando a perda da visão.

Especialistas no assunto alertam sobre o que pode favorecer o desenvolvimento da doença no decorrer dos anos. Veja a seguir:
– histórico de Glaucoma na família
– pessoas com mais de 40 anos e idosos
– uso prolongado de remédios com corticoide
– pessoas de origem asiáticas ou africanas
– problemas de visão como alto grau de miopia, tumores oculares, descolamento da retina ou inflamações e traumas
– problemas de saúde como hipertensão, hipertireoidismo, diabetes e problemas cardíacos

Sintomas
Normalmente a maioria das pessoas não apresenta nenhum sintoma.

O mais comum, caso a pessoa não seja tratada, com o passar dos anos a visão periférica torna-se prejudicada, passando a não enxergar mais nas laterais, tendo visão apenas no que está na sua frente. Nos casos mais avançados a visão central também pode ser afetada, podendo evoluir para a cegueira.

Porém, os sintomas  podem variar conforme o tipo da patologia, como no agudo (glaucoma de ângulo fechado) que pode causar perda da visão lateral intermitente, visão embaçada, olhos vermelhos, dor súbita, aparência de inchaço e podendo também provocar náuseas e vômitos.

Nas crianças com meses de vida, no tipo congênito tende a aumentar a nebulosidade na parte frontal, causa olhos vermelhos, aumento na lacrimação, fotossensibilidade e a impressão de um olho maior que o outro.

Caso note alguns dos sintomas listados ou suspeita da doença, procure imediatamente um profissional da sua confiança.

Diagnóstico
O glaucoma não pode ser diagnosticado somente com a medição da pressão ocular, deve ser feita uma avaliação completa e cuidadosa dos olhos, análise do histórico do paciente e dos familiares, listagem dos sintomas e exames específicos como: imagens e exames do nervo óptico, campo visual, espessura da córnea, fundo do olho, canais de circulação do ângulo, dentre outros que forem necessários.

Tratamento
Mesmo que o Glaucoma não possa ser totalmente curado, há tratamentos para aumentar a drenagem do líquido e controlar a pressão ocular. O resultado do tratamento depende do dano causado no nervo óptico e tipo de glaucoma do paciente.

O uso de colírios e pílulas pode ser o tratamento mais comum. O ideal é sempre administrar os remédios e seus horários para que possa facilitar o uso e aplicação.

A cirurgia de glaucoma também é recomendado pelos especialistas para evitar a perda total da visão, com ela a pressão ocular diminui, não oferecendo riscos no pós-operatório.

Vale ressaltar que qualquer um dos tratamentos, não recupera a visão que já foi perdida, eles impedem a progressão acelerada e um possível melhora aos sintomas mais fortes, como dores de cabeça e enjoos causados pelos problemas de visão.

Prevenção
Não há métodos comprovados para prevenir o glaucoma, mas o recomendado é realizar acompanhamento regular com um especialista para ter uma detecção precoce e assim evitar a progressão da patologia e problemas mais graves,

Recomendações
– pratica de exercícios com proteção aos olhos, para evitar acidentes e traumas
– conhecer o histórico familiar
– utilizar com cautela colírios e medicamentos
– fazer um revisões regulares no especialista

Ressaltamos: o glaucoma por ser na maioria das vezes assintomático, só é notado em estágio avançado, quando a visão já foi comprometida de 40 a 50%. Por isso, é o maior causador de cegueira no mundo, ao contrario da catarata que pode ter a visão recuperada após a cirurgia, o glaucoma é irreversível, devido aos danos ao nervo óptico.

O mês de maio é conhecido como o mês de prevenção de combate ao Glaucoma – Maio Verde e no dia 26 de Maio é o Dia Nacional de Combate ao Glaucoma.

E você, já fez o seu check-up?

5/5 - (2 votes)

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

Social Media

Mais Populares

Receba as últimas notícias

Se Inscreva para receber conteúdos especiais

Receba notícias e conteúdos da Martinato.

Receba Notícia
body {background-color: transparent !important; }

Arquivo

Encontre o post por mês

Categorias

Outros

Posts Relacionados

Dia Mundial da Visão.

O tema do Dia Mundial da Visão para esse ano de 2021 é #LoveYourEyes (Ame Seus Olhos), levando adiante a ideia de cuidarmos e amarmos nossa visão, que é um dos principais meios de contato com o mundo exterior. 

7 CURIOSIDADES SOBRE OS OLHOS

Você certamente já ouviu aquela famosa frase “Os olhos são as janelas da alma”. Por isso, separamos 7 curiosidades sobre os olhos.

Vitaminas para os Olhos

Certas vitaminas são essenciais para manter uma boa saúde ocular. São antioxidantes poderosos que protegem os olhos e outras partes do corpo.