3 Dicas de decoração para seu consultório

3 Dicas de decoração para seu Consultório

 

Consultório colorido ou paredes brancas? Fotos da família ou apenas diplomas profissionais? Quem está montando um consultório muitas vezes se pergunta “qual a imagem eu quero passar para o meu cliente?”. A preocupação com as cores utilizadas, a disposição dos equipamentos comprados e até mesmo quais quadros, fotos e utensílios pessoais colocar à mostra pode trazer certo anseio. A arquiteta Fernanda Turra (CAU A70803-8) escreveu um texto para o nosso blog e deu algumas dicas de decoração para lhe ajudar a montar um consultório.

Imagem ilustrativa

1)  A iluminação é um quesito de grande importância para a harmonia da sala.

Quando o espaço não é utilizado para procedimentos (como cirurgias), a luz branca deve ser evitada. A luz branca pode ser incomodativa, pois a sua temperatura serve para despertar, ajudar a manter o foco nas atividades e não passa a sensação de aconchego e bem estar. Onde se realiza a anamnese, o mais indicado é trabalhar com a luz do dia ou então, com a luz amarela. Ambas criam um ambiente mais acolhedor e relaxante, fazendo com que o paciente se sinta bem recebido.

 

2) Proporcionar uma circulação que facilite o acesso a todos os equipamentos.

Pensamos sempre que um consultório com diferentes equipamentos pode passar a ideia de profissional atualizado e tecnológico. Porém, algumas vezes a disposição é mal feita e acaba por passar a ideia contrária, de um profissional desorganizado com muito “cacareco” na sala. É importantíssimo organizar o espaço de forma funcional. Isso garante poupar tempo durante a consulta e passa a sensação de fluidez durante o exame. A sugestão para antes de se criar o layout é que o profissional pense no passo a passo da sua consulta, desde a anamnese até o último exame e disponha os equipamentos em sequência.

 

Por exemplo:

1º passo: o paciente é convidado a responder algumas perguntas e trazer qual a sua queixa.

2º passo: paciente é encaminhado para realizar o exame do segmento anterior na lâmpada de fenda.

3º passo: paciente é convidado a sentar na poltrona e realizar o exame de refração subjetiva (refrator de greens) e exame de fundo de olho (oftalmoscópio).

4º passo: paciente retorna para a o assento inicial, onde o profissional realizará sua prescrição (se houver).

Consultório
Consultório em 3D

3)         A não utilização de cores vibrantes nas paredes para não distrair ou transmitir sensações de ansiedade para os pacientes

A cor branca transmite paz e demonstra limpeza, por isso ela é utilizada em hospitais e consultórios. Pintar uma parede de vermelho não é o mais indicado para um local da saúde, mas pode utilizar tons pálidos como azul fraco e amarelinho. A sugestão aqui é brincar com a decoração. Pode-se ter o mobiliário com detalhes em cor, poltronas coloridas ou até mesmo quadros.

 

Texto escrito por Arquiteta Fernanda Turra CAU A70803-8

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta

Social Media

Mais Populares

Receba as últimas notícias

Se Inscreva para receber conteúdos especiais

Receba notícias e conteúdos da Martinato.

Receba Notícia
body {background-color: transparent !important; }

Arquivo

Encontre o post por mês

Categorias

Outros

Posts Relacionados