HETEROCROMIA: a condição dos olhos coloridos.

A Heterocromia ocular é uma condição rara onde a pessoa possui um olho de cada cor. 

Três perguntas que você provavelmente já se fez sobre a condição dos olhos coloridos:

1- O que é Heterocromia e como é causada?

A Heterocromia consiste em o indivíduo apresentar olhos de cores distintas (um olho de cada cor), ou duas cores em um mesmo olho. O termo latino “heterocromia” significa “cores diferentes”, o que explica bem as características desse fenômeno.

A causa pode ser ampla, desde excesso ou ausência de melanina, assim como origem genética, hereditária, doença ou lesão ao decorrer dos anos. 

Quando provém de uma alteração genética, a mutação acontece na sequência do DNA que indica a quantidade de pigmento no olho. Se o paciente possui a essa condição desde a nascença, sobretudo em casos de ser herança genética dos pais, a doença é benigna e não gera nenhum dano à visão ou perda total. Porém, quando o paciente não nasceu com alguma alteração genética, ela pode ser consequência de doenças graves, como a neurofibromatose ou glaucoma.

2- Tipos de Heterocromia

Existem três categorias distintas de heterocromia, sendo elas: central, completa e setorial. 

Heterocromia central:

A íris possui dois ou mais círculos de cor em sua composição. Por exemplo, quando a pessoa tem olhos verdes, mas possui picos de cor castanha e amarela irradiando da pupila em direção ao meio da íris.

Heterocromia setorial:

Também conhecida como Heterocromia iridum, a mesma íris possui duas cores, parecendo uma “mancha” no interior da cor dominante. Esse tipo pode ocorrer em um olho ou em ambos os olhos.

Heterocromia Completa:

Ou heterocromia iridis, ocorre quando a cor do olho de uma das íris é completamente diferente da outra, como um olho azul e um castanho, por exemplo. Essa categoria é a mais rara e talvez seja a que mais chame a atenção, por causar maior estranheza e admiração.

Sendo assim, há ainda possibilidade desses tipos de Heterocromia se cruzarem, e os olhos da pessoa com essa condição ter, por exemplo, Heterocromia Setorial azul e castanho em um dos olhos, e ainda ter Heterocromia Completa no outro, sendo esse de coloração verde, como no caso n° 4 da imagem a seguir.

3- Há necessidade de diagnóstico por um profissional? É prejudicial à saúde?

O diagnóstico é normalmente feito pelos familiares da criança quando a condição é genética e surge ainda cedo na infância, e não é necessário a realização de exames laboratoriais ou de imagem para o diagnóstico. 

Entretanto a consulta com um profissional, após se perceber a condição é indispensável,  podendo examinar se a anomalia não está associada a outras doenças. Da mesma forma, se um adulto perceber a mudança na cor dos olhos abruptamente com o passar do tempo, é necessário realizar uma consulta com um especialista para estudar o caso.

 A heterocromia, quando congênita, ainda não possui cura ou prognóstico específico. Caso o paciente prefira, as lentes de contato podem ser usadas para igualar a cor dos dois olhos, desde que sejam recomendadas pelo especialista. O tratamento desta anomalia somente será necessário caso seja proveniente de alguma outra doença. 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

Social Media

Mais Populares

Receba as últimas notícias

Se Inscreva para receber conteúdos especiais

Receba notícias e conteúdos da Martinato.

Receba Notícia
body {background-color: transparent !important; }

Arquivo

Encontre o post por mês

Categorias

Outros

Posts Relacionados

Vitaminas para os Olhos

Certas vitaminas são essenciais para manter uma boa saúde ocular. São antioxidantes poderosos que protegem os olhos e outras partes do corpo.