PUPILÔMETRO DIGITAL: você conhece o interior do seu?

Um dos equipamentos mais essenciais para se ter na sua óptica é sem dúvida o Pupilômetro Digital. Utilizado para, principalmente, medir a DP e a DNP do cliente para que possa ser fabricado os óculos. 

Ele auxilia na agilidade do atendimento do seu cliente, substituindo o antigo método de medição realizado o procedimento com uma régua e caneta (método com altas probabilidades de erro) ou até mesmo utilizando a régua de medição que consiste em um pequeno aparelho em formato de óculos que é posicionado na frente do cliente e, deslizando um botão, alinhar-se uma linha vertical no centro da pupila do usuário. Este método é mais preciso que o anterior, mas ainda deixa uma chance para erros.

Com tanta probabilidade de erros em uma etapa tão importante da confecção dos óculos, o equipamento mais indicado para realizar essa fase da montagem é o Pupilômetro Digital, que possui uma margem de erro de até até 0.1mm, dependendo do modelo. 

A Martinato tem hoje dois modelos do equipamento, o Pupilômetro MM-510B e o AM-224, mas nossa pergunta hoje é: 

Você conhece o interior do seu Pupilômetro? 

Os Pupilômetros Digitais funcionam emitindo um feixe de luz que é refletido em uma superfície espelhada dentro do equipamento que reflete de volta na córnea do paciente e demarca o ponto mais alto da córnea, onde deve ser alinhado as guias do Pupilômetro para ser realizada a medição. 

O reflexo da córnea não coincide com o centro da pupila, mas como a luz precisa primeiro passar pelo centro da córnea para depois passar pela pupila, a pupilometria precisa ser feita pelos reflexos das córneas e não pelos centros das pupilas, assim como a maioria dos profissionais ópticos acreditam.

Por conta de ser necessária a chegada de luz suficiente para realizar a pupilometria e que essa luz não seja distorcida na hora da realização do exame, o ideal é que seu Pupilômetro faça esse espelhamento através de primas e não de espelhos. 

Os primas no Pupilômetro da Martinato

Mas, qual a diferença de prismas para espelhos?

Os prismas na óptica, é um elemento transparente com superfícies retas e polidas que refratam a luz de maneira pura e na incidência desejada, fazendo com que a luz chegue no objeto desejado mais homogeneamente. 

Enquanto isso, o espelho refrata a luz com maiores índices de distorção, devido aos pontos de foco do espelho. Com a luz sendo refletida pelo espelho, ela não chega e se espalha sobre a superfície da córnea de maneira homogênea, a convergência é alterada, o que pode vir a causar uma margem de erro mais alta na hora da refração.  

Isso faz com que os Pupilômetros Digitais mais indicados sejam aqueles que refletem a luz através dos prismas para a córnea. 

Os dois modelos da Martinato possuem o prisma interno, em caso de qualquer dúvida, nossos consultores ficam à disposição para ajudar na resolução. 

A saúde visual é cada dia mais importante para o bem estar e a qualidade de vida nos dias de hoje, não deixe de manter seus exames oculares em dia, bem como seus óculos em uma boa qualidade. Cuide da sua visão! 

Compartilhe

Este post tem 2 comentários

  1. Rebeca

    Olá me chamo Rebeca, e gostaria de saber qual é o tempo que dura o pupilometro dura?

    1. Olá, Rebeca. O pupilômetro digital pode durar 10 anos se feitas as manutenções e limpezas periódicas. Lembre de retirar as pilhas quando não for utilizá-lo com frequência e armazená-lo sempre em local seco, com temperatura amena e longe do sol. Obrigada

Deixe um comentário

Social Media

Mais Populares

Receba as últimas notícias

Se Inscreva para receber conteúdos especiais

Receba notícias e conteúdos da Martinato.

Arquivo

Encontre o post por mês

Categorias

Outros

Posts Relacionados