Refração

Visão Turva ou Embaçada

By março 20, 2020 No Comments

Um dos aspectos mais importantes da visão é a nitidez e conseguir enxergar de forma clara é essencial no nosso dia a dia para conseguir ler, dirigir, trabalhar e demais atividades corriqueiras.

Uma diversidade de doenças podem ocasionar a visão turva ou embaçada, não sendo apenas decorrente dos olhos. A visão turva se caracteriza pelo aspecto desfocado e embaçado das imagens e pode ocorrer falhas na identificação dos objetos.

Saiba quais são as possíveis razões que nos levam ter uma visão turva:

– Defeitos refrativos:

Para as imagens serem nítidas, elas precisam se formar no local correto da retina, porém como as pessoas possuem tamanhos e curvaturas variadas no olho, é assim que começam a surgir os defeitos refrativos.

Como a miopia, que é a dificuldade de enxergar de longe, enquanto a hipermetropia é a dificuldade de ver de perto. Já o astigmatismo é a falta de nitidez tanto de perto quanto de longe. Estes três casos podem levar a visão turva, ou seja, que não foca dependendo da distância. Entretanto, com o uso de lentes corretivas ou até mesmo cirurgia, o problema se resolve.

– Catarata:

A catarata é caracterizada pelo acúmulo de proteínas no cristalino e, por isso, pode gerar uma visão turva progressiva na lente transparente do olho. Com o passar do tempo a área trona-se completamente branca, conduzindo para a cegueira reversível. A catarata é mais comum entre pessoas idosas devido ao funcionamento do organismo, mas isso não quer dizer que não pode acontecer de uma forma precoce. Sua evolução é gradual tornando a visão cada dia com um aspecto visual mais turvo. Para o tratamento da catarata ainda é necessário cirurgia, onde se retira o cristalino e se substitui por lentes intraoculares.

– Glaucoma:

Por se tratar do aumento da pressão intraocular, geralmente sua origem acontece pela dificuldade da drenagem do humor aquoso, líquido que se encontra no interior do globo ocular, resultando assim na danificação do nervo óptico devido a pressão recebida, levando a perda contínua e irreversível da visão.

O glaucoma não apresenta sintomas, se manifesta apenas quando já está em estágio mais avançado. Em casos mais graves, ele leva a visão turva/embaçada com grande intensidade associada à dores de cabeça. Emergências são tratadas com cirurgia, enquanto a doença crônica deve ser tratada com colírios e cirurgia, porém em ambos os casos não há como reverter ou impedir sua continuidade.

– Doenças degenerativas:

Essas doenças também podem ser responsáveis pela dificuldade em enxergar. Por exemplo, o ceratocone que leva a um astigmatismo irregular, é marcado pela transformação cônica da córnea. Conforme a doença avança, fica cada vez mais difícil ver com nitidez. Como não há tratamento, deve ser ministrada com colírios, lentes corretivas e em último caso, transplante de córnea.

– Degeneração macular relacionada à idade:

Pode ser causado pela degeneração do organismo ou pelo excesso de sol na retina. A membrana deixa de funcionar corretamente e formam-se manchas na visão. O tratamento é feito com injeções e procedimentos à laser.

– Retinopatias: 

Conhecidas devido ao mau funcionamento das membranas e na falta de nutrição adequada, a retina é a que mais sofre com esta ocorrência. As pessoas com diabete, podem ter a retinopatia diabética, em que as terminações nervosas não funcionam como deveriam. Já os hipertensos, pode estar ligado ao tabagismo, já que há um aumento na pressão arterial.

Em cada caso, o tratamento pode variar, porém normalmente se inicia pelo controle da condição que se originou o problema.

Podendo ter a causa por diferentes doenças, a visão turva deve ser acompanhada e tratada. Então fique ligado na saúde da sua visão, pois a visão turva pode estar relacionada a outras doenças.

 

Fonte:

https://hospitaldeolhos.net/dicas/visao-turva-conheca-os-5-possiveis-problemas/

Leave a Reply